Adeus 2019 e que venha 2020!

Não importa o que façamos, é verdade o que sempre escutamos:

não podemos mudar o passado, mas podemos aprender com ele e melhorar o nosso futuro.

Estamos falando de planejar, construir o futuro, e não simplesmente esperar que ele chegue.

Se planejamos 2019, e seguimos o plano traçado, está chegando o momento de consolidar e verificar o quão bem sucedidos nós fomos.

Planejar, ou seja fazer planos, é mais do que simplesmente registrar as vontades em um pedaço de papel. É, conhecidos os objetivos a serem alcançados, buscar maneiras e caminhos de se alcançá-los e de dimensionar os recursos que serão necessários.

Planos feitos, é hora de se executar o que foi planejado.

Muitas vezes, as condições inicialmente imaginadas mudam, de maneira a que a execução dos planos realizados não tenham o resultado esperado, ou seja, atingir os objetivos fica mais difícil. O que fazer? Avaliar se os objetivos ainda podem ser perseguidos e, caso positivo, alterar os planos para se chegar até eles. De outra forma, continuar seria desperdiçar recursos valiosos para nós, pessoas ou empresas.

Assim, é importante que, ao longo do caminho traçado, sejam estipulados pontos de controle/avaliação de desempenho, que guiarão as ações durante o percurso, mudando rumos, acelerando passos.

A lição mais importante da avaliação de desempenho é o aprendizado por ela proporcionado e que subsidia a reformulação dos planos e baliza ações futuras, minorando equívocos e desperdícios com consequente maximização de resultados.

Não atingir, ou atingir, uma meta, é fato. Como e porque se atingiu ou não a meta é que nos faz evoluir.

Portanto, mãos à obra e que tudo que aprendemos até hoje nos ajude a construir um futuro melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *